CADASTRE-SE CADASTRE-SE CADASTRE-SE CADASTRE-SE CADASTRE-SE

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Saúde de Viçosa encerra calendário de vacinação contra o HPV

Foi encerrada esta semana a campanha de vacinação contra o HPV, nas escolas públicas e privadas, e nos postos de saúde de Viçosa. Iniciada em 31 de março deste ano a campanha tinha por objetivo vacinar meninas de 09 a 11 anos, para prevenir o câncer de colo de útero.

A proposta da campanha era de vacinar todas as meninas, com idade alvo da campanha até o dia 10 de abril, mas viu-se a necessidade de prorrogar o período de vacinação, para que nenhuma criança ficasse sem a imunização.

Uma das meninas que receberam a dose da vacina foi a pequena Myreli da Silva Barbosa, 11 anos, estudante da Escola Municipal Manoel Firmino, ela conta que estava com medo e não queria tomar a imunização, “eu tinha até falado para minha mãe que não iria tomar a vacina, porque estava com medo e também tinha perdido o cartão. Mas ela conversou comigo e explicou que era importante se vacinar pra não ter doenças. Tomei a vacina e nem doeu”.

Esta campanha foi para dar a primeira dose da vacinação, a segunda dose será aplicada nos postos de saúde durante os meses de setembro e outubro. As meninas entre 11 e 14 anos que não haviam se vacinado na campanha do ano anterior, ou nesta campanha, devem procurar a unidade de saúde mais próxima, para receber a imunização.

De acordo com a enfermeira do PSF Cidade de Deus, Priscila Kristine, as equipes de vacinação foram para as escolas com uma médica de vacinas, baseadas em uma planilha do ano anterior, “a vacina vem para o município em frasco unidose, para o período da tarde da Escola Manoel Firmino trouxemos 40 frascos, e vacinamos 31 meninas”.

Para a vacinação ocorrer nas escolas foi enviado para os pais um comunicado sobre o calendário de vacinação, pois se algum deles se recusasse a aceitar a vacinação seria necessário assinar o termo de recusa, disponível nas escolas. Segundo o vice-diretor da Escola Manoel Firmino, Adenilson Albuquerque, houve um caso em que um pai foi para a escola assinar o termo, “nos da direção conversamos com ele, explicamos o quanto é importante essa imunização, e ele se conscientizou e liberou que a filha fosse vacinada”.

Dados do Ministério da Saúde mostram que 70% dos casos de câncer de colo de útero é causado pelo Papiloma Vírus (HPV). Para a vacinação ter efeito é necessário seguir corretamente esquema vacinal e tomar as duas doses da imunização.

Fonte: valeagoraweb.com.br
Carregando...
Brasileirão